terça-feira, 22 de agosto de 2017

Anjo do dia 22/08- 22/08- Aladiah- Deus que protege e auxilia- 15/01- 29/03- 10/06- 03/11-


Missão: É aquilo que vc trás de outras vidas.

O SENHOR É  O  MEU  PASTOR  É  NADA  ME  FALTARA.  ( SALMO: 91 )






Missão; Favorece a saúde e traz proteção. Proporciona discrição, longevidade, imaginação, com grau de adaptação, sociabilidade e harmonia nas relações. Planeta correspondente; Júpiter. Hora que seu anjo visita a terra. 03h00ás03h19. Salmo; 32. Numero da sorte. 9. Dia da semana. segunda-feira. Nome do Anjo em letras Hebraicas; Aleph/ lamed/ daleth/ yod/ he. A carta do taro. O Papa.  Mês da mudança propicia para sua vida pessoal/profissional. Maio. Exerce domínio no Irã. O país é o lar de uma das civilizações mais antigas do mundo,[10] que começa com a formação do reino de Elam em 2800 a.C. Os povos iranianos medos unificaram o país no primeiro de muitos impérios que iriam se seguir em 625 a.C., após a nação se tornar o principal poder cultural e político dominante na região.[11] O Irã atingiu o auge de seu poder durante o Império Aquemênida, fundado por Ciro, o Grande em 550 a.C. e que, na sua maior extensão, compunha grandes porções do mundo antigo, que se estendiam do vale do Indo, no leste, à Trácia e Macedônia, na fronteira nordeste da Grécia, tornando-se um dos maiores impérios que o mundo já vira.[12] Os Aquemênida entraram em colapso em 330 a.C. após as conquistas de Alexandre, o Grande, mas o país alcançou uma nova era de prosperidade após o estabelecimento do Império Sassânida em 224 d.C., sob o qual o Irã se tornou uma das principais potências da Europa Oriental e da Ásia Central nos quatro séculos seguintes. Este Anjo é invocado contra as doenças e as maldades. Quem nasce sob esta proteção, tem bom coração, é correto em seus empreendimentos, frequentará a melhor das sociedades e terá uma vida social intensa. Será um Anjo na terra. Compreensivo, reservado e dedicado á pessoa amada. Dotado de grande imaginação, auto confiança, flexibilidade e capacidade de escolher sempre o melhor caminho ou oportunidade. Trabalhará muito e não medirá esforços para que se viva numa sociedade mais justa. Será uma pessoa portadora de harmonia, cuidando bem do corpo, pois seu lema é  " corpo são mente sã ". Entenderá a natureza e os ciclos da vida.









História. Do Santo Sudário.

Até o século XIII.

Uma das primeiras representações do sudário de Edessa, do século IX
As primeiras referências a um possível sudário surgem na própria Bíblia. O Evangelho de Mateus (Mateus 27:59) relata que José de Arimateiaenvolveu o corpo de Jesus Cristo com "um pano de linho limpo"João (João 19:38-40) também descreve o evento, e relata que os apóstolos Pedro e João, ao visitar o túmulo de Jesus após a ressurreição, encontraram os lençóis dobrados (João 20:6-7). Embora depois desta descrição evangélica o sudário só tenha feito sua aparição definitiva no século XIV, para não mais ser perdido de vista, existem alguns relatos anteriores que contêm indicações consistentes sobre a existência de um tal tecido em tempos mais antigos.[13][14][15]
A primeira menção não-evangélica a ele data de 544, quando um pedaço de tecido mostrando uma face que se acreditou ser a de Jesus foi encontrado escondido sob uma ponte em Edessa. Suas primeiras descrições mencionam um pedaço de pano quadrado, mostrando apenas a face, mas João Damasceno, em sua obra anti-iconoclasta "Sobre as Imagens Sagradas", falando sobre a mesma relíquia, a descreve como uma faixa comprida de tecido, embora afirmasse que se tratava de uma imagem transferida para o pano quando Jesus ainda estava vivo, isto é, não seria uma mortalha, mas sim um tecido que esteve em contato com Cristo ainda vivo (veja Imagem de Edessa).[16]
Em 944, quando esta peça foi transferida para ConstantinoplaGregorius Referendarius, arquidiácono da Basílica de Santa Sofia pregou um sermão sobre o artefato, que foi dado como perdido até ser redescoberto em 1004 num manuscrito dos arquivos do Vaticano.[13][14] Neste sermão é feita uma descrição do sudário de Edessa como contendo não só a face, mas uma imagem de corpo inteiro, e cita a presença de manchas de sangue. Outra fonte é o Codex Vossianus Latinus, também no Vaticano, que se refere ao sudário de Edessa como sendo uma impressão de corpo inteiro.[15]
Outra evidência é uma gravura incluída no chamado Manuscrito Húngaro de Preces,[17] datado de 1192, onde a figura mostra o corpo de Jesus sendo preparado para o sepultamento, numa posição consistente com a imagem impressa no sudário de Turim.
A gravura no "Manuscrito Húngaro de Preces"
Em 1203, o cruzado Roberto de Clari afirmou ter visto o sudário em Constantinopla nos seguintes termos: Lá estava o sudário em que nosso Senhor foi envolto, e que a cada quinta-feira é exposto de modo que todos possam ver a imagem de nosso Senhor nele.[18] Seguindo-se ao saque de Constantinopla, em 1204, Teodoro Ângelo, sobrinho de um dos três imperadores bizantinos, escreveu uma carta de protesto ao papa Inocêncio III, onde menciona o roubo de riquezas e relíquias sagradas da capital pelos cruzados, e dizendo que as jóias ficaram com os venezianos e relíquias haviam sido divididas entre os "francos", citando explicitamente o sudário, que segundo ele havia sido levado para Atenas nesta época.[19][20]
Dali, a partir de testemunhos de época de Godofredo de Villehardouin e do mesmo Roberto de Clari, o sudário teria sido tomado por Otão de la Roche, que se tornou Duque de Atenas. Segundo a pesquisadora italiana Barbara Frale, os templários teriam mantido o sudário por um século em sua posse e o levado à França.[21] Ainda há controvérsia se o sudário de Edessa (chamado Mandylion) seria o mesmo de Turim, em vista de referências que indicariam sua presença em Constantinopla até 1362, cinco anos após sua aparição no Ocidente.[22]

Século XIV.

O Sudário reapareceu na França por volta de 1349 em poder de Godofredo de Charney, senhor de Lirey, próximo de Troyes.[23]
Henrique de Poitiers, arcebispo de Troyes, apoiado mais tarde pelo rei Carlos VI de França, declarou o sudário como uma impostura e proibiu a sua veneração. A peça conseguiu, no entanto, recolher um número considerável de admiradores que lutaram para a manter em exibição nas igrejas.
Em 1389, o bispo Pierre d’Arcis (sucessor de Henrique) denunciou a suposta relíquia como uma fraude fabricada por um pintor talentoso, numa carta a Clemente VII (antipapa em Avinhão). D’Arcis menciona que até então tem sido bem sucedido em esconder o pano e revela que a verdade lhe fora confessada pelo próprio artista, que não é identificado. A carta descreve ainda o sudário com grande precisão.
Aparentemente, os conselhos do bispo de Troyes não foram ouvidos visto que Clemente VII declarou a relíquia sagrada e ofereceu indulgências a quem peregrinasse para ver o sudário.[24]

Sé.

Em 1415, devido às pilhagens da Guerra dos Cem Anos, Margarita de Charny, neta de Godofredo e casada com Humberto de Villersexel, conde de La Roche, retirou o sudário da Colegiata de Lirey e o colocou no castelo de seu marido, no povoado de Saint Hippolyte-sur-le Doubs.[23]
Pintura de Giulio Clovio mostrando o sudário e a forma como Jesus foi envolvido
Quando Margarita enviuvou de Humberto, passou a expor o sudário no castelo, em troca de donativos, devido à sua precária situação financeira.[23] Possivelmente devido a esta situação, em 22 de março de 1453 o sudário foi transferido a Luísduque de Saboia, mediante contrato assinado em Genebra.[23] Pelo mesmo contrato, o duque de Saboia cede a Margarita o castelo de Varambon e as rendas do senhorio de Mirabel, próximo a Lyon.[23] O contrato declara que a cessão do castelo é "pelos numerosos e importantes serviços que a condessa de la Roche prestou ao duque de Saboia".[23] Assim o sudário passou a ser propriedade da Casa de Saboia, sob queixas dos cônegos de Lirey que se consideram donos do lençol.[23]
Em 1502, o sudário foi depositado na Capela Santa do castelo dos duques em Chambéry.[23]

Século XVI aos nossos dias.

Na noite de 3 para 4 de dezembro de 1532, o sudário foi danificado por um incêndio que afectou a sua capela e pela água das tentativas de o controlar.[23] O sudário estava guardado numa urna de prata — presenteada por Margarida da Áustria em 1509 — e o fogo provocou o derretimento parcial da prata.[23] Os pingos de prata derretida deixaram perfurações simétricas no sudário, uma vez que o lençol estava dobrado quarenta e oito vezes.[23] Também as bordas dessas dobras, em contato com o metal incandescente, ficaram chamuscadas.[23] A água impregnou o sudário, produzindo manchas em forma de losangos devido às dobraduras, as quais aparecem simetricamente em toda a peça quando é estendida.[23]
Em 1562, a capital do Ducado de Saboia foi transferida de Chambéry para Turim e, em 1578 a peça foi levada para a catedral de Turim, onde está até hoje na Cappella della Sacra Sindone do Palácio Real de Turim.[25]
casa de Saboia foi a proprietária do sudário até 18 de março de 1983, quando o ex-rei da Itália, Humberto II, ao morrer o legou à Santa Sé.[23] Em 2002, o sudário foi submetido a obras de restauro.

O restauro de 2002.

No inverno de 2002, o sudário foi submetido a uma grande restauração que chocou a comunidade de pesquisadores e foi condenada por muitos.[26] Autorizada pelo arcebispo de Turim como uma medida benéfica de conservação, a operação foi baseada na reclamação que o material em torno dos furos de queimadura (dos incêndios pelo qual o sudário passou em pelo menos duas ocasiões) estavam causando contínua oxidação que iriam com o tempo ameaçar a imagem. A operação foi rotulada como cirurgia desnecessária que destruiu dados científicos, removeu os reparos de 1534 que eram parte da herança do sudário, e destruiu oportunidades de pesquisa sofisticada.[26]
Em 2003, a principal restauradora, Mechthild Flury-Lemberg, especialista suíça em tecidos, descreveu a operação e as razões pelas quais ela a considerou necessária.[27]
Em 2005, William Meacham, arqueólogo que estuda o sudário desde 1981, criticou ferozmente a restauração, rejeitou as razões apresentadas por Flury-Lemberg e classificou a operação como "um desastre para o estudo científico da relíquia".[28]

Análise científica.





Fonte  Wikipedia enciclopédia livre. 
Fonte;  Conheça seu Anjo;  EDT.  Nova cultural.
Fonte;  Anjos Cabalísticos; EDT;  Companhia dos Anjos
Fonte;  Salmos e anjos;  EDT.  Alto Astral.
Fale comigo; jacintavs1@gmail.com
Fonte; www.linda.com/anjos.anjocabala.htm

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Anjo do dia 21/08- Haziel- Deus do perdão e da graça- 14/01- 28/03- 09/06- 02/11-




Missão; Traz proteção auxilio, e socorro. Concede o carisma, a estima alheia, a ampla capacidade de compreensão, a eloquência, verbal, o progresso e o espirito pacificador. Planeta correspondente; Lua. Hora da visita que esse Anjo faz na terra; 02h40ás02h59. Salmo; 24. Numero da sorte; 7. Dia da semana; segunda-feira. Cor-branca. Elemento; Terra. Pedra; Cristal de rocha. Mantra." Á pessoa de bem, recebe a tua benção, tem no Senhor o seu Salvador." Nome do Anjo em letras hebraicas; he/ zain/yod/ aleph/ lamed. Nome do Anjo em números. 5/ 7/ 10/ 1/ 12.  Carta do taro. A justiça. Mês da mudança propicia para sua vida profissional e pessoal. Agosto. Esse anjo exerce domínio sobre os Abissínios. Este anjo ajuda a obter a graça de Deus. Domina a bondade e a reconciliação, influencia as promessas feitas de sincera e  de trabalhos importantes. os ganhos de causa para as pessoas inocentes. Quem nasce sob a influencia deste Anjo, tem a graça e a misericórdia de Deus, porque sabe compreender e não julgar os erros dos outros. Sabe que as experiência dolorosas acontecem, para que cada vitória do dia-a- dia seja valorizada. Tem também a proteção das pessoas mais velhas e influentes, por sua atuação brilhante na realização.
 
 
 
 A   BÍBLIA    NOS   3   IDIOMAS  ORIGINAIS.
 
 
 


 
 
 
 
 
 
 

 
São três as línguas originais da Bíblia: HEBREU, ARAMAICO E GREGO.
Em Hebreu foi escrito:
- a maior parte do Antigo Testamento.
Em Aramaico foram escritos:
- Tobías
- Judith
- Fragmentos de Esdras, Daniel, Jeremias e do Gênesis
- o original de São Mateus
Em Grego foram escritos:
- o livro da Sabedoria
- o II Macabeus
- o Eclesiástico
- partes de Esther e de Daniel
- o Novo Testamento, menos o original de São Mateus.
 
 
 
 
As sabias palavras do Santo Afonso
 
 
 
 
 
 
 
Para viver sempre bem, diz Santo Afonso, é preciso que gravemos profundamente no espírito certas máximas gerais da vida eterna:
Todas as coisas deste mundo acabam, o gozo e o sofrimento; mas a eternidade nunca tem fim”.
“De que servem no momento da morte, todas as grandezas deste mundo?”.

Santo Afonso de Ligório
Tudo o que vem de Deus, seja próspero ou adverso, é bom e para nosso bem”.
 “Sem Deus não se pode ter verdadeira paz”.
Só é necessário: amar a Deus e salvar a alma”.
“Só o pecado se deve temer”.
“Perdido Deus, é tudo perdido”.
“Quem reza se salva; quem não reza perde-se”.
“Morra-se, mas dê-se contentamento a Deus”.
“Custe Deus o que custar, nunca nos sairá caro”.
Para quem mereceu o inferno, toda pena é leve”.
Tudo sofre pacientemente quem considera Nosso Senhor Jesus Cristo na cruz”.
O que não se faz por Deus, tudo redunda em pena”.
“Quem só quer a Deus, é rico de todos os bens”.
“Ditoso aquele que pode dizer do coração: Meu Jesus, só a Vós quero, e nada mais”.
 
 
 
 
 








 
Fonte; Boletim do sagrado Coração de Jesus.
Fonte; Conheça seu Anjo.  EDT. Nova Cultural.
Fonte; Cabala dos anjos. EDT.  Companhia dos Anjos.
Fale comigo jacintavs1@gmail.com
 
 



domingo, 20 de agosto de 2017

Anjo do dia 20/08- Cahetmel- Deus digno de adoração. 13/01- 27/03- 08/06- 01/11-


Missão: É aquilo que você trás de outras vidas.


Ajuda a vida material e socorre diante o perigo. Imprime religiosidade, confiança, firmeza de propósitos, busca pelo progresso, filantropia, intuição e sentido de estratégia. Gênio oposto: Descrença e negligencia. Planeta correspondente: Saturno. Hora da visita: 02h20ás02h39. Salmos:94 e 95. Numero da sorte: 08. Dia da semana: quarta-feira. Cor: Violeta. Elemento:Terra. Pedra: Ametista. MANTRA: " Inclinados a sua frente, de joelhos reverenciamos o Senhor que nos criou." Nome do anjo em letras hebraicas - Khaf/ he/ tau/ aleph/ lamed. Nome do Anjo em numero; 11/ 5/ 22/ 1/ 12. Carta do tarot. Os enamorados. Mês da mudança favorável para sua vida; Junho. Esse anjo exerce o domínio sobre a Georgia. as pessoas que nascem nesses dias ( acima ) tem harmonia com todos equilíbrio espiritual, e grande compreensão do mundo. Si escolher agronomia ou veterinária , terá grande sucesso, pois estará no caminho certo. Resultando em prosperidade tudo que estiver ligado com a terra e a Natureza.






Uma descrição dos anjos que mais estão á nossa volta.





Anjos no cristianismo.




Gustave Doré: Ilustração para a Divina Comédia, de Dante Alighieri: Paraíso, canto XXXI

Teto do Batistério de São João, emFlorença, mostrando as hierarquias angélicas
No cristianismo os anjos foram estudados de acordo com diversos sistemas de classificação em coros ou hierarquias angélicas. A mais influente de tais classificações foi estabelecida pelo Pseudo-Dionísio, o Areopagita entre os séculos IV e V, em seu livro De Coelesti Hierarchia.1
A fonte primária ao estudo dos anjos são as citações bíblicas, como quando três anjos apareceram a Abraão em Gênesis 6:1, embora existam apenas sugestões ambíguas para a construção de um sistema como se ele se tivesse desenvolvido em tempos posteriores.2 Isaías fala de serafins (Isaías 6:2; outro anjo acompanhou Tobias; a Virgem Maria recebeu uma visita angélica naAnunciação do futuro nascimento de Cristo e o próprio Jesus fala deles em vários momentos, como quando sofreu a Tentação no deserto e na cena do Horto das Oliveiras, quando um anjo lhe fortaleceu antes da Paixão.
São Paulo faz alusão a cinco ordens de anjos em Efésios 1:21. Depois foi Dionísio, o Areopagita, um dos primeiros a propor um sistema organizado do estudo dos anjos e seus escritos tiveram muita influência, mas foi precedido por outros escritores, como São ClementeSanto Ambrósio e São Jerônimo. Na Idade Média surgiram muitos outros esquemas, alguns baseados no de Dionísio, outros independentes, sugerindo uma hierarquia bastante diferente. Alguns autores acreditavam que apenas os anjos de classes inferiores interferiam nos assuntos humanos.
As classificações propostas na Idade Média são as seguintes:
  • São Clemente, em Constituições Apostólicas, século I:
    • 1. Serafins, 2. Querubins, 3. Éons, 4. Hostes, 5. Potestades, 6. Autoridades, 7. Principados, 8. Tronos, 9. Arcanjos, 10. Anjos, 11. Dominações.
  • Santo Ambrósio, em Apologia do Profeta David, século IV:
    • 1. Serafins, 2. Querubins, 3. Dominações, 4. Tronos, 5. Principados, 6. Potestades, 7. Virtudes, 8. Anjos, 9. Arcanjos.
  • São Jerônimo, século IV:
    • 1. Serafins, 2. Querubins, 3. Potestades, 4. Dominações, 5. Tronos, 6. Arcanjos, 7. Anjos.
  • Pseudo-Dionísio, o Areopagita, em De Coelesti Hierarchia, c. século V:
    • 1. Serafins, 2. Querubins, 3. Tronos, 4. Dominações, 5. Virtudes, 6. Potestades, 7. Principados, 8. Arcanjos, 9. Anjos.
  • São Gregório Magno, em Homilia, século VI:
    • 1. Serafins, 2. Querubins, 3. Tronos, 4. Dominações, 5. Principados, 6. Potestades, 7. Virtudes, 8. Arcanjos, 9. Anjos.
  • Santo Isidoro de Sevilha, em Etymologiae, século VII:
    • 1. Serafins, 2. Querubins, 3. Potestades, 4. Principados, 5. Virtudes, 6. Dominações, 7. Tronos, 8. Arcanjos, 9. Anjos
  • São João Damasceno, em De Fide Orthodoxa, século VIII:
    • 1. Serafins, 2. Querubins, 3. Tronos, 4. Dominações, 5. Potestades, 6. Autoridades (Virtudes), 7. Governantes (Principados), 8. Arcanjos, 9. Anjos.
  • Dante Alighieri, na Divina Comédia (1308-1321):
    • 1. Serafins, 2. Querubins, 3. Tronos, 4. Dominações, 5. Virtudes, 6. Potestades, 7. Arcanjos, 8. Principados, 9. Anjos.

As três tríades.

De todas estas ordenações a mais corrente, derivada do Pseudo-Dionísio e de Tomás de Aquino, divide os anjos em nove coros, agrupados em três tríades.

Primeira tríade.

A primeira tríade é composta pelos anjos mais próximos de Deus, que desempenham suas funções diante do Pai.
Serafins.

Serafins rodeando o trono de Deus, em iluminura das Petites Heures de Jean de Berry século XIV

Criatura fantástica do tipo dos kerabu, proveniente de Khorsabad
O nome serafim vem do hebreu saraf (שרף), e do gregoséraph, que significam "abrasar, queimar, consumir". Também foram chamados de ardentes ou de serpentes de fogo. É a ordem mais elevada da esfera mais alta. São os anjos mais próximos de Deus e emanam a essência divina em mais alto grau. Assistem ante o Trono de Deus e é seu privilégio estar unido a Deus de maneira mais íntima, e são descritos em Isaías como cantando perpetuamente o louvor de Deus e tendo seis asas.
O Pseudo-Dionísio diz que sua natureza ígnea espelha a exuberância de sua atividade perpétua e infatigável, e sua capacidade de inflamar os anjos inferiores no cumprimento dos desígnios divinos, purificando-os com seu fogo e iluminando suas inteligências, destruindo toda sombra.3 Pico della Mirandola fala deles em sua Oração sobre a Dignidade do Homem (1487) como incandescentes do fogo da caridade, e modelos da mais alta aspiração humana 4
Querubins.
Do hebreu כרוב - keruv, ou do plural כרובים - keruvim, os querubins são seres misteriosos, descritos tanto no Cristianismo como em tradições mais antigas às vezes mostrando formas híbridas de homem e animal. Os povos da Mesopotâmia tinham o nome karabu e suas variantes para denominar seres fantásticos com forma de touro alado de face humana, e a palavra significa em algumas daquelas línguas "poderoso", noutras "abençoado".
No Gênesis aparece um querubim como guardião do Jardim do Éden, expulsando Adão e Eva após o pecado original (Gênesis 3:23-24).Ezequiel os descreve como guardiães do trono de Deus e diz que o ruflar de suas asas enchia todo o templo da divindade e se parecia com som de vozes humanas; a cada um estava ligada uma roda, e se moviam em todas as direções sem se voltar, pois possuíam quatro faces: leão, (O leão sempre foi reconhecido como forte, feroz, majestoso, ele é o rei dos animais e essa face simboliza então sua força). touro, (o touro é reconhecido como um animal que trabalha pacientemente para seu dono. Ele é forte, podendo carregar um urso, e conhece o seu dono). águia, (como um anjo, este pássaro voa acima das tempestades, enquanto abaixo delas existem tristezas, perigos, e angústias. Um pássaro ligeiro e poderoso, elegante, incansável) e homem, Esta face fala da mente, razão, afeições,e todas as coisas que envolvem a natureza humana, isso, para alguns estudiosos, significa que eles assim como os homens possuem o livre arbítrio. E eram inteiramente cobertos de olhos, significando a sua onisciência (Ezequiel 10). Mas as imagens querubins que Moisés colocou sobre a Arca da Aliança tinham forma humana, embora com asas (Êxodo 25:10-21Êxodo 37:7-9).
Os Querubins, para alguns teólogos, ocupam o topo da hierarquia, pois alguns não consideram os serafins como anjos , uma vez que a palavra hebraica para anjo é "malak" (mensageiro) e da mesma forma no grego, anjo é "angelus" (mensageiro) e estas figuras aladas que aparecem, na Bíblia, apenas em Isaías capítulo 6, onde exaltam a Deus mas não comunicam mensagens ao profeta.
São Jerônimo e Santo Agostinho interpretam seu nome como "plenitude de sabedoria e ciência". São representados muitas vezes como crianças pequenas dotadas de asas, chamados putti (meninos) em italiano. Têm o poder de conhecer e contemplar a Deus, e serem receptivos ao mais alto dom da luz e da verdade, à beleza e à sabedoria divinas em sua primeira manifestação. Estão cheio do amor divino e o derramam sobre os níveis abaixo deles.5
Satanás é descrito como o querubim ungido, sendo chamado antes pelo nome de Lúcifer ou Belial.
Tronos ou Ofanins.
Os Tronos têm seu nome derivado do grego thronos, que significa "anciãos". São chamados também de "erelins" ou "ofanins", ou algumas vezes de Sedes Dei (Trono de Deus), e são identificados com os 24 anciãos que perpetuamente se prostram diante de Deus e a Seus pés lançam suas coroas (Apocalipse 11:16-17</ref>. São os símbolos da autoridade divina e da humildade, e da perfeita pureza, livre de toda contaminação.5

Segunda tríade.

A segunda tríade é composta pelos príncipes da corte celestial.
Dominações.
As Dominações ou Domínios (do latim dominationes) têm a função de regular as atividades dos anjos inferiores, distribuem aos outros anjos as funções e seus mistérios, e presidem os destinos das nações. Crê-se que as Dominações possuam uma forma humana alada de beleza inefável, e são descritos portando orbes de luz e cetros indicativos de seu poder de governo. Sua liderança também é afirmada na tradução do termo grego kyriotes [küriotés], que significa "senhor", aplicado a esta classe de seres.
São anjos que auxiliam nas emergências ou conflitos que devem ser resolvidos logo. Também atuam como elementos de integração entre os mundos materiais e espirituais, embora raramente entrem em contato com as pessoas.
Virtudes.
As Virtudes são os responsáveis pela manutenção do curso dos astros para que a ordem do universo seja preservada. Seu nome está associado ao grego dunamis, significando "poder" ou "força", e traduzido como "virtudes" em Efésios 1:21, e seus atributos são a pureza e a fortaleza. Pseudo-Dionísio diz que eles possuem uma virilidade e poder inabaláveis, buscando sempre espelhar-se na fonte de todas as virtudes e as transmitindo aos seus inferiores.5
Orientam as pessoas sobre sua missão. São encarregados de eliminar os obstáculos que se opõe ao cumprimento das ordens de Deus, afastando os anjos maus que assediam as nações para desviá-las de seu fim, e mantendo assim as criaturas e a ordem da Divina providência. Eles são particularmente importantes porque têm a capacidade de transmitir grande quantidade de energia divina. Imersas na força de Deus, as Virtudes derramam bênçãos do alto, frequentemente na forma de milagres. São sempre associados com os heróis e aqueles que lutam em nome de Deus e da verdade. São chamados quando se necessita de coragem.
Potestades.
As Potestades ou Potências são também chamadas de "condutores da ordem sagrada". Executam as grandes ações que tocam no governo universal. Eles são os portadores da consciência de toda a humanidade, os encarregados da sua história e de sua memória coletiva, estando relacionados com o pensamento superior - ideais, éticareligião efilosofia, além da política em seu sentido abstrato.
Também são descritos como anjos guerreiros completamente fiéis a Deus. Seus atributos de organizadores e agentes do intelecto iluminado são enfatizados pelo Pseudo-Dionísio, e acrescenta que sua autoridade é baseada no espelhamento da ordem divina e não na tirania. Eles têm a capacidade de absorver e armazenar e transmitir o poder do plano divino, donde seus nomes.5
Os anjos do nascimento e da morte pertencem a essa categoria. São também os guardiões dos animais.

Terceira tríade.

A terceira tríade é composta pelos anjos ministrantes, que são encarregados dos caminhos das nações e dos homens e estão mais intimamente ligados ao mundo material.
Principados.

Guido ReniSão Miguel, 1636

Fra AngelicoAnunciação
Os Principados, do latim principatus, são os anjos encarregados de receber as ordens das Dominações e Potestades e transmití-las aos reinos inferiores, e sua posição é representada simbolicamente pela coroa e cetro que usam. Guardam as cidades e os países. Protegem também a fauna e a flora. Como seu nome indica, estão revestidos de uma autoridade especial: são os que presidem os reinos, as províncias, e as dioceses, e velam pelo cultivo de sementes boas no campo das ideologias, da arte e da ciência.
Arcanjo.
O nome de arcanjo vem do grego αρχάγγελος, arkangélos, que significa "anjo principal" ou "chefe", pela combinação de archō, o primeiro ou principal governante, e άγγελος, aggělǒs, que quer dizer "mensageiro". Este título é mencionado no Novo Testamento por duas vezes e a esta ordem pertencem os únicos anjos cujos nomes são conhecidos através da BíbliaMiguelRafael e Gabriel. Miguel é especificamente citado como "O" arcanjo,6 ao passo que, embora se presuma pela tradição que Gabriel também seja um arcanjo, não há referências sólidas a respeito. Rafael descreve a si mesmo como "um dos sete que estão diante do Senhor" em Tobias 12:15, uma classe de seres mencionada também Apocalipse 1:5.
Considerado canônico somente pela Igreja Ortodoxa da Etiópia, o "Livro de Enoque" fala de mais quatro arcanjos, UrielIturielAmitiel e Samuel, responsáveis pela vigilância universal durante o período dos nefilim, os "anjos caídos". Contudo em outras fontes apócrifas estes são por vezes chamados de querubins. A igreja Ortodoxa faz de Uriel um arcanjo e o festeja com Rafael, Gabriel e Miguel na festa de "Miguel e os outros Poderes Incorpóreos", em 21 de novembro.
Seu caráter de mensageiros, ou intermediários, é assinalada pelo seu papel de elo entre os Principados e os Anjos, interpretando e iluminando as ordens superiores para seus subordinados, além de inspirar misticamente as mentes e corações humanos para execução de atos de acordo com a vontade divina7 . Atuam assim como arautos dos desígnios divinos, tanto para os Anjos como para os homens, como foi no caso de Gabriel na Anunciação a Maria. A cultura popular faz deles protetores dos bons relacionamentos, da sabedoria e dos estudos, e guerreiros contra as ações do Diabo.
Anjos.
Os anjos são os seres angélicos mais próximos do reino humano, o último degrau da hierarquia angélica acima descrita e pertencentes à sua terceira tríade. A tradição hebraica, de onde nasceu a Bíblia, está cheia de alusões a seres celestiais identificados como anjos, e que ocasionalmente aparecem aos seres humanos trazendo ordens divinas. São citados em vários textos místicos judeus, especialmente nos ligados à tradição Merkabah. Na Bíblia são chamados de מלאך אלהים (mensageiros de Deus), מלאך יהוה (mensageiros do Senhor), בני אלוהים (filhos de Deus) e הקדושים (santos).8 São dotados de vários poderes supernaturais, como o de se tornarem visíveis e invisíveis à vontade, voar, operar milagres diversos e consumir sacrifícios com seu toque de fogo. Feitos de luz e fogo (Jó 15:15Salmos 104:4), sua aparição é imediatamente reconhecida como de origem divina também por sua extraordinária beleza.

Anjos especiais.


Bernhard PlockhorstAnjo da guarda

Anjo da guarda.

Dentre os anjos da tradição cristã está o tipo do anjo da guarda, chamado "fravashi" pelos seguidores de Zoroastro, e ao anjo da guarda, como o nome diz, é confiada individualmente cada pessoa ao nascer, protegendo-a do mal até onde a ordem divina o permita, fortalecendo corpo e alma e inspirando-a à prática das boas ações.

O Anjo do Senhor.

Na Bíblia, sobretudo no Antigo Testamento há várias menções à aparição do Anjo do Senhor. A expressão "Anjo do Senhor" causa curiosidade por tratar-se não apenas de mais um anjo e sim de um anjo específico, considerando a antecedência do artigo definido.
De acordo com algumas posições teológicas, o Anjo do Senhor que fez vários contatos com personagens bíblicos, entre os quais Abraão, HagarGideão, sendo aparições do próprio Deus e constituindo, portanto, uma espécie de teofania ou até mesmo uma cristofania.9
Também é conhecido como o "Anjo da Presença", embora este termo tenha em certas filosofias um significado bem específico. O Anjo da Presença, segundo o pensamento gnóstico e cristão esotérico, não é um ser com vida própria, mas sim uma forma-pensamento que representa Cristo durante o sacramento da Eucaristia e é um veículo da Sua consciência e das Suas bênçãos.10 11

Lúcifer.

Segundo diversas tradições, Lúcifer seria um Querubim que se rebelou contra o Arcanjo Miguel, e contra o próprio Deus, sendo posto por Miguel para fora do Céu. Com Lúcifer foram todos seus seguidores.
Outros teólogos e alguns grupos cristãos como as Testemunhas de Jeová, afirmam que "a única referência a Lúcifer na Bíblia aplicava-se a Nabucodonosorrei de Babilônia. E embora a arrogância dos governantes babilônicos realmente refletisse a atitude de Satanás que também anseia ter poder e deseja colocar-se acima de Deus, a Bíblia não atribui claramente o nome Lúcifer a Satanás".12









                          SANTA  HILDEGARDE DE BINGEN ( 1098-1179 )- O ANJO DO RENO
Hildegarde de Bingen, mística e escritora cristã que teve a vida marcada por 26 visões da divindade e da luz: " ... Avistei então o luminoso céu. de onde ouvi diferentes tipos de musica que abrangiam de maneira maravilhosa significados jamais ouvidos por mim. Ouvi os fraseados dos felizes habitantes do céu que preservavam com firmeza os meios da verdade..." Hildegarde nasceu em uma família nobre da Alemanha e desde menina foi educada para se tornar abadessa beneditina. Numa época em que poucas mulheres escreviam, produzi-o grandes obras de Teologia e escritos visionários. Á frente do próprio tempo,  foi conselheira de Reis , Papas e Bispos e também escreveu tratados de historia natural e sobre as plantas, os animais e as pedras na medicina. A historia de Hildegarde, além  de ser importante para os estudiosos de cultura medieval, é também a narrativa de um espirito irrepreensível e de um intelecto que ultrapassou barreiras de gênero e os limites sociais e físicos para  inspirar o mundo

         




Dona Jacinta preciso que a senhora me indique  qual é o Salmo que poderá me ajudar nos negócios, venho enfrentando grande dificuldade para levar adiante o meu estabelecimento. Gostaria que a minha identidade se  mantivesse no anonimato.


                      " -  PARA  ATINGIR  SEU  OBJETIVO  O  SALMO  INDICADO  É  O  86.
                        TER  SUCESSO  NOS  NEGÓCIOS  E  NO  TRABALHO O SALMO É O 104. DEVO TE ALERTAR QUE A FALTA DE FÉ PODERÁ AGIR NEGATIVAMENTE. ACREDITE QUE A FÉ MOVE MONTANHA.  ABAIXO, ESTÁ AO MEU VER, O MAIOR MILAGRE DA TERRA.  MARIA CONCEBIDA SEM PECADO, SI VOCÊ CRÊ NISSO, SEU NEGOCIO ESTA SALVO.

"- Espero ter respondido aquilo que você precisa. Quando quiser volte que terei prazer em te responder.


                                                             A LUZ INTERIOR
O Anjo entrou na casa de Maria e disse: Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo. Não tenhas  medo Maria, porque encontraste graça diante de Deus.
                                                              ( LUCAS 1,26-38 )
Fonte; Wikipedia enciclopédia livre. 
Fonte: Conheça seu Anjo: EDT. Nova cultural.
Fonte: Como ver seus Anjos: EDT: Benvira.
Fale comigo: jacintavs1@gmail.com